logo RCN

Igreja Matriz Santo Ambrósio de Ascurra

RESTAURAÇÃO EXTERNA

A primeira restauração da era moderna da igreja matriz Santo Ambrósio foi iniciada em 1999. A comissão declarou concluído o processo de restauração da casa do padroeiro de Ascurra, Santo Ambrósio, em 23.04.2003. Após quase quatro anos de trabalhos na arrecadação de fundos e seleção de profissionais para os trabalhos. Os resultados alcançados superaram as expectativas e ainda foi possível doar para a secretaria da paróquia um saldo credor.

A RESTAURAÇÃO PARTE INTERNA

A parte externa já havia sido restaurada, porém a interna ainda necessitava de trabalhos e assim manter a arte de Pedro Cechet. Uma nova comissão surgiu em abril de 2012. Os novos membros eram presididos por Sergio Ferrari. Os demais membros foram: Padre Alírio Vicenzi (pároco na época), Carlos Alberto Moser, Aldo Percy Tomio, Giovanni José Mondini, Marcio José Berkenbrock, Mauricio Kuhnen, Sidnei Pisa, Silvino Stedile e Wilson Amauri Tomio.

A restauração interna iniciou-se em 27.04.2012 e terminou em 11.12.2013. Novas campanhas para arrecadação de recursos foram feitas na cidade e o valor arrecadado foi 131.164,82 reais. Para esta importante etapa foram contratados restauradores profissionais da cidade de Ituporanga, Santa Catarina. Edézio Bilk acompanhado do seu filho e demais colaboradores, foram os que tiveram a importante missão. A família Bilk era profunda conhecedora da arte de Pedro Cechet. Já haviam restaurado outras igrejas do mesmo artista.

HISTÓRIA
A construção da igreja atual iniciou-se em 1902 e foi concluída em 1905.O coordenador geral e construtor foi Pietro Trentini. Na época apenas a parte central fazia parte do imóvel. A torre, parte frente e fundos, foram erguidas até a metade do século passado (1950). Visitar a igreja é viajar na história. Subindo na parte superior, encontramos toda a madeira entalhada a mão. Um exagero na grossura das paredes e alvenaria. Tanta preocupação com a segurança manteve a igreja em pé até os nossos tempos.
Igreja em 1905

A comissão arrecadou, na época, o valor de 64.000,00 reais. Destes 60.000,00 reais foram gastos em toda a restauração. O valor de 4.000,00 reais sobrou e foi doado à secretaria da igreja.
A comissão ao encerrar os trabalhos agradeceu aos funcionários da igreja, a Sra. Nair Tomio que cuidava do jardim da igreja e a todos os doadores que participaram do processo na época. A comissão também declarou que espera ter dado exemplo aos seus filhos. Com certeza outras restaurações serão necessárias com o passar do tempo. O cuidado com a arte original deve ser mantido. Este é um compromisso com a história e com os primeiros colonizadores italianos de Ascurra. Estes tiveram a coragem de construir o templo. Nosso compromisso agora é manter o que já está feito.

Igreja Matriz Santo Ambrósio de Ascurra Anterior

Igreja Matriz Santo Ambrósio de Ascurra

Saxônia ou “Sassonia”? Próximo

Saxônia ou “Sassonia”?

Deixe seu comentário